quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

A fotografia e a onda



















"a agonia de esperar que o mar volte. esta é pra mim a pior de todas as agonias. cada onda que vai me entristece até que a próxima volte. às vezes se passa tanto tempo entre uma e outra... já está fazendo anos. tive, mesmo triste, tempo de rever todos estes livros sobre os quais eu me sento. alguns eu havia lido já fazia tanto tempo que os reli como novidade. até que entre as páginas amareladas de um deles encontrei uma velha fotografia minha, era eu quando criança. eu não me parecia nada comigo mesmo, era outra criatura, menos triste e cheia de vida. tomei, então, a ousada decisão de tirá-la dali e colocá-la do meu lado, olhando pra mim, como um lembrete constante de que eu posso voltar e ser tão bom quanto já fui um dia. pena, foi um erro, a última onda a levou e agora eu espero aqui, sentado, há anos, que a traga de volta."